Notícias

November 7, 2020

Por que a falácia do jogador é um problema tão grande?

João Ferreira
WriterJoão FerreiraWriter
ResearcherRajesh NairResearcher

Sempre podemos cometer erros e não importa quanto dinheiro ganhamos durante o jogo que jogamos, quantas fichas temos ou quão bons pensamos que somos. Um dos maiores erros é ficar preso a algo chamado de falácia do jogador, que costuma ser o que faz com que os jogadores sejam banidos dos cassinos online. Primeiro vamos saber o que é isso e como parar de cair nessa.

Qual é a falácia do jogador?

Muitas pessoas, estejam jogando em um casino ao vivo ou mesmo em suas vidas cotidianas, provavelmente encontraram a falácia do jogador. Esse conceito é basicamente baseado na crença de que um simples evento aleatório é menos ou mais provável de acontecer após um evento ou uma série de eventos. Basicamente, essa falácia é totalmente baseada na premissa de que algo vai acontecer se não acontecer há um tempo.

As origens desta falácia

As origens dessa falácia não são realmente conhecidas, mas foi proposta pela primeira vez por Amos Tversky, que era psicólogo matemático, e também por Daniel Kahneman, que era psicólogo. Ao analisar comportamentos cognitivos, como a psicologia de um jogador, ambos foram capazes de atribuir a falácia do jogador à crença errada de que jogar era algo justo que de alguma forma se corrigia no caso de uma seqüência de vitórias ou derrotas.

Exemplo desta falácia

O maior exemplo da falácia do jogador em ação é examiná-la em relação ao cara ou coroa. A chance de o cara ou coroa cair com cara ou coroa é de 1: 1. Então, jogando uma moeda 20 vezes e toda vez que eles caíram com a coroa para cima, sob a falácia do apostador, você prediz que o próximo lance provavelmente vai dar cara.

Independentemente da quantidade de vezes que a moeda deu coroa, a probabilidade de dar cara ou coroa na próxima ainda é de 50%. Os lançamentos anteriores não têm significado real para os futuros.

Se essa falácia for aplicada à roleta, você verá como é fácil ser sugado por ela. Pois neste jogo as chances de a bola cair no vermelho são de 50%. Portanto, se a bola caísse no vermelho após 10 giros consecutivos, sob essa falácia você presumiria que no próximo giro ela cairia no preto. No entanto, a probabilidade ainda é 50% para ambas as cores.

O incidente do Monte Carlo Casino

O Incidente do Cassino de Monte Carlo é um dos exemplos mais populares da falácia do jogador. Durante um jogo de roleta em 1913, a bola caiu no preto 26 vezes consecutivas. Isso era definitivamente algo improvável, mas aconteceu e os jogadores daquela época assumiram a falácia do apostador e apostaram milhões contra as pretas, com o raciocínio de que a seqüência acabaria e as vermelhas ganhariam da próxima vez. Mas isso não aconteceu. As pretas ganharam novamente e todos perderam seu dinheiro.

A falácia do jogador e estratégias de aposta

Apesar de ser odiado por todos, a falácia do jogador é usada em algumas estratégias de apostas para alguns jogos, principalmente para sistemas progressivos negativos. O sistema Martingale é o mais popular, onde você dobrará sua aposta de dinheiro quando perder, para que possa realmente reconquistar o que perdeu. Esta estratégia é usada principalmente na roleta.

About the author
João Ferreira
João Ferreira
About

Originário da vibrante cidade de Lisboa, João Ferreira destaca-se como o principal especialista em localização de casinos online para o mercado português. Combinando um profundo respeito pelas tradições portuguesas com uma compreensão moderna do jogo, João é a ponte entre as raízes históricas de Portugal e o mundo inovador dos casinos online.

Send email
More posts by João Ferreira

Últimas notícias

Que novos tipos de bônus devemos esperar nos cassinos online ao vivo em 2024
2024-01-10

Que novos tipos de bônus devemos esperar nos cassinos online ao vivo em 2024

Notícias